A Tribuna Ba/ Moradores do Vale do Jucuruçu denunciam que não estão recebendo as doações de alimentos recebidos pela Prefeitura de Itamaraju

Veículos da Marinha levam donativos arrecadados a cidades no sul da Bahia — Foto: Reprodução/TV Bahia

Um comboio com cinco caminhões e dois carros-pipa da Marinha do Brasil iniciou, nesta segunda-feira (20), o transporte de cerca de 20 toneladas de alimentos, roupas, mantimentos e outros donativos arrecadados em Salvador para famílias atingidas pela chuva na região sul da Bahia. Mais de 30 militares atuam na logística do material, que foi arrecadado em quatro dias na capital baiana.

De acordo com o Comandante Almeida, responsável pela logística, o material tem como destino a cidade de Itamaraju, de onde será distribuído para outros municípios vizinhos e entregue às famílias. O material tem previsão de chegada na terça-feira (21). e deve ser distribuídos em áreas rurais afetadas pelas chuvas.

Fotos: Veja imagens dos estragos causados pela chuva na Bahia | Bahia | G1

Na sede do Munícipio em Itamaraju, Segundo moradores vitimas da enchente no Vale do Jucuruçu, as ajudas tem chegado através das igrejas, entidades, comerciantes e moradores, e que o cadastro feito pela Assistência Social do Município de Itamaraju, até o momento não entregou uma cesta básica aos moradores entrevistados e tão pouco orientou sobre a perda dos bens materiais.

A Reportagem da TV Porto Press e A Tribuna Bahia entrou em contato  com a Sec. Assistência Social Fabiana Angenica, ela disse que todas as ações de distribuição de alimentos foram em parceria com o Corpo de Bombeiros coordenada pela Secretaria de Ação Social do Município e que por conta de conflitos entre os dois setores, a distribuição será coordenada daqui pra frente pela equipe da  assistência social e só não recebeu a cesta os moradores que não estavam em suas localidades; muitos moradores estão alojados em casa de familiares e amigos por conta do alerta de novos temporais na localidade. A secretaria não respondeu porque as cestas são tão pequenas e quando novos alimentos serão distribuídos, a localidade é muito pequena para receber tão pouco pela quantidade de cestas que tem chegado. A Secretaria Fabiana Agenica Pereira disse ainda, que os moradores que não receberam alimentação, podem se diigir ao CRASS II na Rua 1 de maio no Bairro Bela Vista, ou ligar para o telefone 98881-6397

A Secretaria nos enviou a lista com o nome de todos os moradores que foram assistidos com a cesta básica no Vale do Jucuruçu, cerca de 135 famílias receberam em suas casas pelo corpo de bombeiros, as cestas são tão pequenas que chega  a ser humilhante, uma vez que centenas de toneladas tem chegado ao município

Sem colchões, camas, fogões ou geladeiras, os moradores tem passado dias difíceis sem o posicionamento do poder público, ainda se não bastasse, há denuncias que colchoes e cestas básicas estão sendo desviadas por políticos para favorecer familiares e amigos que não estão no grupo de desabrigados. O Vereador Daniel Nascimento denunciou em rede social que um administrador estaria levando cestas básicas para seu supermercado, procuramos o Vereador para apontar o autor do crime, até o momento não obtivemos resposta. Qualquer denuncia de desvios e crimes contra a população, faça vídeos e envie para a A TRIBUNA BAHIA 73-98840-2659 Whatsapp

Governo anuncia compra de 250 mil cestas básicas e R$ 28 milhões para ações sociais nos municípios – FGM

Veja abaixo depoimento de moradores que dizem que até o momento não receberam auxilio de uma cesta básica doado pela Prefeitura de Itamaraju, a Secretaria informou que a mini-cesta entregue pelos Bombeiros, foi coordenada pela Assistência Social

Imagens: Ida Santiago: A Tribuna/ Bahia- Reportagem: Edmilson Ciriaco

A Reportagem da TV Porto Press junto com A Tribuna Bahia visita casa de moradores desabrigados no Vale do Jucuruçu. (Reportagem: Edmilson Ciriaco)

O temporal no sul da Bahia começou no dia 29 de novembro. A BR-101 foi a primeira via a ser afetada em Itamaraju, porque os ventos fortes derrubaram nove árvores e muitos galhos na pista. A situação se agravou na madrugada do dia 8 deste mês, quando a cidade entrou na primeira lista de situação de emergência.

Distrito de Nova Alegria, em Itamaraju, no extremo sul da Bahia, ficou destruído após fortes chuvas

Distrito de Nova Alegria, em Itamaraju, no extremo sul da Bahia, ficou destruído após fortes chuvas — Foto: Paulo Souza/g1

— Foto: Paulo Souza/g1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Em Porto Seguro, Ilhas e casas fantasmas as margens do Rio Buranhem

seg dez 20 , 2021
Reportagem do portal UOL diz que Edvaldo da Costa busca as palavras, tateia o ar e tenta definir o próprio sentimento, mas não consegue. “É um desespero que nem posso explicar. A verdade é essa. Não dá pra explicar.” Ele tem 62 anos, todos vividos na margem do rio Buranhém, que corta a cidade de Porto Seguro (BA) e desemboca no mar. […]

CBN AO VIVO

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter