A Tribuna/Jornada do MST será marcada pelos 25 anos do Massacre de Eldorado de Carajás

Jornada Nacional em Defesa da Reforma Agrária:

“Eldorado do Carajás, 25 anos de impunidade”

Massacre de Eldorado do Carajás completa 24 anos: | Direitos Humanos
Do Coletivo de Comunicação da Regional Ext. Sul
Entre os dias 10 e 21 de abril estaremos em realizando a Jornada Nacional em Defesa da
Reforma Agrária, nossa jornada de Abril, que este ano será marcada pelos 25 anos do
Massacre de Eldorado de Carajás.
Com dor no peito pelas perdas que estamos tendo com a pandemia do vírus e da fome, mas, ao
mesmo tempo, imbuídos pelo desafio da transformação social em tempos tão difíceis,
reafirmamos a nossa tarefa histórica de manter viva a chama da luta pela terra, da Reforma
Agrária Popular e da memória dos nossos Mártires.
No contexto atual, o dia 17 de abril, Dia Nacional de Luta pela Reforma Agrária, se torna
ainda mais desafiador em tempos de estagnação da conquista da terra e de diversas políticas
públicas fundamentais para construção da vida digna no campo.
Nesse ano em especial, frente ao caos sanitário, político e econômico que nosso país vive,
buscamos realizar a Jornada Nacional em Defesa da Reforma Agrária através de ações
simbólicas como cursos de formação, doações de alimentos para população carente,
mobilizações virtuais exigindo vacinação para todos, auxilio emergencial de R$ 600,00, e
denuncias do genocídio praticado pelo desgoverno Bolsonaro.
Buscando integrar à Jornada Nacional, as trabalhadoras e trabalhadores da Regional Extremo
Sul estão realizando diversas atividades em Defesa da Reforma Agrária , dentre elas a
realização de cursos de formação nas áreas de assentamentos e acampamentos, buscando a
formação e a orientação referente aos cuidados frente a pandemia, plantio de árvores e doações
de alimentos para população carente da cidade.
De acordo a Lucineia Durães, da Direção Nacional do MST, o mês de abril é o período que as
trabalhadoras e trabalhadores Sem Terra saudão aqueles e aquelas que foram assassinados por
lutar e acreditar no sonho de uma sociedade mais justa e igualitária.
“Todos os anos fazemos atividades durante o mês de abril, o qual é intitulado “Abril
vermelho” e esse ano atípico a programação contempla a realização de vários cursos nos
acampamentos e assentamentos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

A Tribuna/ CPI da Pandemia investigará governo Federal e Governadores

qua abr 14 , 2021
CPI foi criada por ordem do STF. Presidente do Senado unificou na mesma comissão pedidos de investigação do governo federal e fiscalização de verbas federais em estados e municípios. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), leu na tarde desta terça-feira (13) o ato de criação da CPI da Pandemia. Com a medida, fica autorizada a formação do colegiado, destinado […]

CBN AO VIVO

RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter