50 Anos do Tri: Que fim levaram os heróis de 1970?/veja

Por: Blog do Milton Neves/ UOL

Há exatos 50 anos, Estádio Azteca, na Cidade do México, a mais espetacular seleção de todas as Copas fazia a sua última apresentação e, com um show para cima da Itália, garantia o terceiro Mundial para o Brasil.

Mas, que fim levaram os heróis daquele maravilhoso título?

A resposta você confere na lista abaixo, que reúne os 23 convocados por Zagallo para a Copa do México.

Félix

Félix Mielli Venerando, um dos heróis do tri, morreu em 24 de agosto de 2012, às 07h00, aos 74 anos, no Hospital Vittoria, no Jardim Anália Franco, na Zona Leste de São Paulo, em decorrência a um enfisema e várias paradas cardiorrespiratórias.

Ado

Reserva de Félix, Ado mora no bairro do Brooklin, zona sul de São Paulo, e é dono de duas escolinhas de futebol, uma no Morumbi e outra em Alphaville, na Alameda Araguaia.

Emerson Leão

Lendário goleiro do Palmeiras, Emerson Leão deixou de lado nos últimos tempos a vitoriosa carreira como técnico para trabalhar como comentarista.

Carlos Alberto Torres

Nosso inesquecível capitão do tri morreu aos 72 anos, em 25 de outubro de 2016, vítima de um infarto. Ele estava em sua casa, no Rio de Janeiro.

Zé Maria

José Maria Rodrigues Alves, ídolo do Timão, mora no bairro de Santana, na Zona Norte de São Paulo, e trabalha no projeto da Febem.

Marco Antônio

Como PC Caju revelou em sua coluna na Veja, o ex-lateral geralmente é encontrado “na porta de um boteco, provavelmente em São João de Meriti, onde passa as horas jogando carteado, fumando e bebendo conhaque”. Uma pena…

Everaldo

O grande lateral Everaldo partiu precocemente em 1974, em um acidente automobilístico em Cachoeira do Sul-RS.

Brito

O melhor preparo físico da Copa, Brito curte hoje a sua merecida aposentadoria na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro-RJ.

Piazza

Wilson Piazza hoje mora em Belo Horizonte-MG, onde já foi vereador, comentarista esportivo e presidente da FAAP (Federação das Associações de Atletas Profissionais).

Baldochi

José Guilherme Baldochi, nosso central reserva de Brito na Copa de 70, hoje é fazendeiro e comerciante em Batatais-SP, onde nasceu no dia 14 de março de 1946.

Fontana

José Anchieta Fontana morreu de infarto aos 39 anos em Santa Leopoldina (ES) no dia 10 de setembro de 1980.

Joel Camargo

O “Açucareiro” (jogava bonito com os braços abertos, daí o apelido), excepcional quarto-zagueiro do Santos Futebol Clube, faleceu em 23 de maio de 2014, aos 67 anos, em Santos, mesma cidade onde nasceu, em 18 de setembro de 1946.

Clodoaldo

“Corró”, que por muitos anos trabalhou como corretor de imóveis de alto padrão na Baixada Santista, atualmente tem uma imobiliária em Santos.

Gérson

O “Canhotinha de Ouro” é hoje um dos mais influentes comentaristas do futebol carioca.

Rivellino

O genial meia do Corinthians e do Fluminense também trocou as chuteiras pelo microfone, se tornando um grande comentarista esportivo.

PC Caju

Caju vive no Rio de Janeiro e, recentemente, sua brilhante coluna migrou do jornal “O Globo” para o site da revista “Veja”.

Jairzinho

O “Furacão da Copa” mora no Rio de Janeiro-RJ e trabalha como empresário de jogadores.

Tostão

Genial dentro de campo. E fora dele, seja como médico, comentarista, colunista, escritor, dentre outras várias funções que exerce, Eduardo Gonçalves de Andrade, o Tostão é referência para qualquer um que goste de um futebol de alto nível técnico.

Pelé

O Rei do Futebol está aparecendo pouco nos últimos tempos, curtindo a abençoada família Arantes do Nascimento em sua casa no Guarujá-SP.

Roberto Miranda

Roberto mora em Niterói-RJ e trabalha como funcionário público no projeto para venda de remédios mais baratos para a população de baixa renda.

Edu

Paulista de Jaú-SP, Edu continua morando em Santos e sua canhota ainda é lembrada como uma das melhores do mundo.

Dadá Maravilha

O irreverente Dadá mora em Belo Horizonte e também se tornou comentarista esportivo – e dos bons!

Zagallo

Lenda viva do futebol brasileiro, Mário Jorge Lobo Zagallo curte hoje a sua merecida aposentadoria no Rio de Janeiro-RJ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Prefeito Dr. Marcelo desrespeita Bispo Dom Jailton, sociedade reage com manifesto

seg jun 22 , 2020
Após a morte do filho de um casal que prestava serviços no Colégio São João Evangelista, o Bispo Dom Jailton postou um vídeo afirmando que foi procurado para interceder junto as autoridades para conseguir uma UTI para o jovem que estava hospitalizado em Itamaraju e que precisava ser transferido imediatamente. O Bispo afirmou no vídeo que soube que o governo […]
RSS
Follow by Email
Facebook
Twitter