Justiça libera posseiros que entraram em conflito com guardas da Veracel

Presos desde sábado, 20/7, os 9 envolvidos (incluindo o advogado dos posseiros) na ação violenta de retomada da fazendo Nova Esperança, de suposta propriedade da Veracel Celulose, na zona rural entre Belmonte e Eunápolis, foram ouvidos ontem 23 de julho, pela Justiça e liberados para responder em liberdade o processo que corre na Comarca de Eunápolis.

A imagem pode conter: 1 pessoa, carro, árvore e atividades ao ar livre

Mário, Geraldo Pereira dos Santos, Rogério Silva da Rocha, Derolino Pereira dos Santos, Nival Miguel da Silva, Raimundo da Rocha, Cláudio Francisco de Oliveira, Nilson de Oliveira Gonçalves e Adenildo Batista da Rocha possuíam mandado de prisão em aberto.

Um décimo envolvido não foi encontrado e é considerado foragido.

O grupo incendiou seis veículos de uma empresa terceirizada da empresa e deixou três funcionários feridos. Ainda de acordo com a SSP, o grupo foi preso por invasão de propriedade, queima de veículos, agressão contra segurança, corte de árvores, entre outro delitos.

Cinco dias antes das ações de enfrentamento, o grupo, que não tem ligação com movimentos sociais do campo, foi retirado das terras após decisão judicial.

Foto / reprodução gazeta Bahia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *